10 revestimentos para cozinha

Escolher o revestimento para a cozinha costuma ser um desafio para quem está pensando em construir ou reformar. E não é para menos: essa escolha faz toda a diferença, tanto no quesito beleza quanto no de praticidade.

Está a procura do revestimento perfeito para sua cozinha e precisa de opções? Pois bem, separamos 10 alternativas que podem ser muito úteis.

1. Pisos e Azulejos

Pisos e azulejos são revestimentos cerâmicos super tradicionais quando pensamos em revestimentos para cozinha. São incrivelmente versáteis, disponíveis em diversas cores e texturas e até mesmo imitando outros materiais. Além disso costumam contar com um preço acessível.

2. Pastilhas

Seja para elementos inteiros ou pequenos detalhes, as pastilhas são alternativas incríveis para quem deseja dar mais cor ao ambiente, especialmente no caso de paredes e bancadas. Elas estão disponíveis em diferentes materiais – como cerâmica, metal, vidro, inox e porcelana – modelos e cores.

3. Porcelanato

Semelhante aos revestimentos cerâmicos, a diferença aqui fica por conta do processo de fabricação. Para as cozinhas, trata-se de uma opção vantajosa e muito interessante para quem gosta de poder contar com versatilidade: não faltam opções de cores e texturas no mercado. O incômodo com o material fica por conta da necessidade de mão de obra especializada para sua instalação, mas definitivamente a escolha vale a pena.

4. Ladrilhos hidráulicos

Gosta de um toque mais retrô ou divertido na decoração? Então o ladrilho hidráulico tem tudo para estar no topo de sua lista de opções. Servindo para as paredes e para o piso, o material dá uma aparência incrível ao ambiente. A desvantagem pode ficar por conta da necessidade de maiores cuidados com limpeza e conservação já que esses ladrilhos podem acabar manchados em caso de uso de produtos de limpeza inadequados.

5. Madeira e amadeirados

Madeiras ou revestimentos amadeirados são boas opções para quem deseja um toque rústico para a cozinha. Podendo estar presentes em pisos, paredes e bancadas, o material oferece uma sensação acolhedora e cheia de classe. Porém o uso de madeira e amadeirados como revestimento – uma vez que são elementos naturais – exige cuidados no que diz respeito a conservação. De qualquer modo, é possível lançar mão de porcelanatos que imitam o material, e assim ter o melhor dos dois mundos.

6. Mármore e granito

Alternativa cheia de classe, o mármore e o granito são escolhas clássicas para o revestimento da cozinha, nunca saindo de moda. A desvantagem é a conservação: elas exigem cuidados na hora da limpeza (que deve ser feita sem uso de abrasivos) e também com o manuseio de itens que possam manchar a pedra, como óleos, corantes e refrigerantes. Outro ponto é que, assim como o porcelanato, a aplicação exige o trabalho de um profissional especializado.

7. Cimento queimado

O revestimento de cimento queimado não é uma opção usual, mas tem o seu charme, especialmente se você é fã da estética industrial e urbana. Ela serve tanto para paredes quanto para pisos, mas pode ser uma alternativa arriscada devido a possibilidade do surgimento de trincas e manchas que podem aparecer com o tempo. Mas tudo bem, não se preocupe: uma boa saida é utilizar um porcelanato capaz de simular esse efeito estético.

8. Papel de parede

O papel de parede definitivamente é uma alternativa bem longe da tradicional quando pensamos em cozinha, porém não é nada impossível. Nesse caso a escolha fica por conta do papel de parede vinílico, que apresenta mais resistência diante da umidade e também a possibilidade de fazer sua limpeza com pano úmido.

9. Vinil

Os revestimentos autoadesivos de vinil são verdadeiros achados para quem deseja mudar a decoração da cozinha sem maiores esforços. Podendo ser aplicados tanto no piso quanto na parede, eles são capazes de deixar o ambiente com cara nova. Basta ter cuidado com a superfície onde o adesivo será aplicado e também manter uma boa conservação..

10. Painéis 3D

Os painéis 3D estão com tudo também para a decoração das cozinhas. Nesse caso, o indicado é que eles sejam feitos com PVC, material que pode ser molhado e higienizado regularmente. Podendo ser colocado por meio de encaixes ou adesivos, o material deve apenas oferecer uma textura que seja proporcional ao espaço disponível.

Vale lembrar que você não precisa escolher apenas um tipo de material. A graça é justamente misturar! Assim você pode obter resultados incríveis!

Está a fim de inspiração? Então vamos lá!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *