Quadros para Sala: 20 dicas de como utilizar

Quem gosta de decoração sabe que mudar a cara das paredes costuma ser uma das melhores formas de dar um visual novo ao ambiente. Não é a toa que pensamos em dar uma nova pintura ou aplicar papel de parede quando queremos uma mudança, porém essas nem sempre são soluções viáveis afinal podem custar caro ou demandarem muito trabalho. Mas saiba que existe solução para a decoração da sua sala: quadros!

Isso mesmo: quadros para sala. É uma solução prática e relativamente barata. Além disso é muito versátil: com uma quantidade razoável de quadros é possível fazer inúmeras combinações e obter resultados incríveis!

Está a fim de usar quadros na decoração na sua sala? Então veja algumas dicas para tirar o máximo proveito dessas peças:

1. Utilize paredes vazias:

É mais fácil usar uma parede vazia na decoração do que uma que tenha objetos agregados ao visual como o sofá, criados mudos ou prateleiras. Esse tipo de decoração faz com que o local se destaque, e o fato de ser uma parede vazia deixa a organização mais fácil e sem maiores riscos de um resultado exagerado.

2. Pense nas molduras:

A moldura também é parte importante do processo. Nesse caso, os quadros de aparência mais simples podem ter molduras mais elaboradas, enquanto os quadros mais trabalhados devem ter molduras voltadas para uma estética mais simples e minimalista. A menos que você opte por uma parede decorada apenas por molduras, elas não devem ser o ponto forte da decoração.

3. Preste atenção na altura:

A indicação é de que os quadros estejam pendurados de modo que o centro esteja a 1,60 do chão. Isso garante que todos possam apreciá-lo de forma confortável. Já se ele estiver sobre um sofá o início da moldura deve estar posicionado de 20 cm a 25 cm mais alto que o encosto.

4. Pense no tema desejado e mantenha-se nele:

Essa aqui é apenas uma questão de foco. A sugestão é que as obras escolhidas estejam dentro de um contexto maior na composição do ambiente, para que o resultado possa ser algo equilibrado e sem excessos. Isso pode guiar tanto a escolha das obras, molduras e quantidade dos quadros.

5. Pense na decoração que já existe:

A menos que esteja pensando em uma remodelação total do ambiente, é indicado prestar atenção na decoração da sala antes de lidar com o arranjo dos quadros. A indicação é que os quadros estejam dentro do mesmo contexto temático.

6. Fique atenta a quantidade e tamanho dos quadros:

Para formar uma boa composição é importante pensar atenção em proporções, se a parede e o cenário em si comporta um certo número de quadros sem que o resultado seja muito tímido ou exagerado. É tudo uma questão de fazer testes.

7. Faça testes:

Testar é fundamental. Afinal quem pretende furar parede a toa? Você pode usar fita adesiva e papel para fazer os testes e descobrir quais são as melhores composições ou mesmo testar o posicionamento inicial dos quadros no próprio chão. O método fica a seu critério.

8. Não precisa ser certinho:

A organização dos quadros ou a escolha deles não precisa ser algo sistematizado como uma linha de produção. É possível misturar elementos diversos desde que estes tenham algo em comum, façam parte de um contexto maior e conversem entre si.

9. Apoie o quadro em prateleiras:

Os quadros podem ser colocados em paredes sobre prateleiras ou apoiados sobre a prateleira. A combinação fica bem interessante, e ainda pode render combinações diversas com outros elementos.

10. Apoie quadros em outros móveis:

Além das prateleiras, outros móveis também podem receber os quadros, como cômodas, racks e mesas. O resultado é diferente e pode deixar o ambiente mais divertido.

11. Combine os quadros com outros elementos da sala:

Isso funciona para quem pretende apoiar os quadros em prateleiras, mesas e racks ou mesmo decorar uma parede que já conte com sofá ou outros móveis encostados. Basta ter cuidado em fazer com que esses elementos tenham algo em comum na temática.

12. Diversifique tamanhos e formatos:

Uma vez que você faça testes para descobrir o que funciona na decoração, você pode fazer boas misturas entre tamanhos e formatos de quadros e molduras. Não precisa ser tudo certinho.

13. Use a parede da televisão:

Embora seja preciso um pouco de cuidado para não tirar a atenção do aparelho é possível trabalhar uma boa composição de quadros na mesma parede. Basta fazer os testes e descobrir o que serve ou não.

14. Combine quadros e espelhos:

O uso de quadros e espelhos pode render uma sensação de amplitude ao ambiente, mas vale verificar se o uso ou se esse tipo de composição é viável para o seu caso.

15. Se tiver papel de parede, cuidado com a moldura:

O papel de parede é um elemento bastante chamativo, portanto para usar quadros pense em molduras que ofereçam destaque para a obra, criando um ponto no qual os olhos possam perceber um contraste.

16. Você não precisa furar as paredes:

Massa adesiva e fita dupla face com espuma podem ser utilizadas para garantir o mínimo estrago nas paredes na hora de pendurar seus quadros.

17. Temas que combinem:

Na escolha dos quadros e do posicionamento, uma boa dica é tentar combinar os itens, unindo-os por pelo menos um ponto em comum, seja pelas cores ou pelo estilo em si. O resultado tende a ser suave e confortável.

18. Temas que contrastem:

Por outro lado você pode trabalhar de modo a contrastar os quadros e a decoração do ambiente. Nesse caso vale fazer o teste e descobrir se os resultados fazem sentido e oferecem equilíbrio.

19. Cuidado com as cores:

A escolha das cores influencia muito no resultado final. Seja a ideia obter uma continuidade ou contraste, fique de olhos em cores que combinem com a paleta já existente na sala.

20. Os quadros podem estar no chão:

Os quadros podem ser apoiados em diversos móveis e locais, e por incrível que pareça o chão pode ser um desses pontos-chave. É uma forma de inovar e decorar de uma forma mais moderna, servindo para quem gosta de um ar contemporâneo ou minimalista.

Fotos de Quadros para Sala

Precisa de inspiração? Está no lugar certo!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *