Decoração de Sala de Jantar: 30 ambientes para inspirar

Para muitas famílias, a sala de jantar é um cômodo essencial para seus lares: afinal é onde nos reunimos com a família para as refeições e passar bons momentos, assim como as reuniões com amigos em ocasiões especiais. Além disso, também é muitas vezes um lugar da casa onde nos sentamos para estudar e trabalhar. Sendo assim vale a pena ter toda a atenção na hora de decorar.

Está a fim de algumas dicas sobre como decorar sua sala de jantar? Então veio ao lugar certo.

1. Pense no espaço disponível

Antes de pensar na escolha dos móveis, é preciso pegar a trena e começar a medir o espaço do cômodo. Certo, isso vale para todos os cômodos, mas é essencial em espaços sociais da casa, como é o caso da sala de jantar. É preciso verificar se o mobiliário pretendido para a composição deixa espaço livre para que as pessoas possam circular em segurança.

Sendo assim, o negócio é não se deixar enganar pelo que vê no show room: é preciso contar com a mobilidade, especialmente quando pensamos que a maioria dos lares não conta com muito espaço nos ambientes.

2. Reaproveitar a decoração ou não?

Um ponto importante é decidir se deseja que a sala de jantar tenha o mesmo estilo que a decoração dos demais ambientes sociais ou se prefere que seu cômodo tenha um estilo próprio.

Seguir com a mesma decoração pode trazer mais harmonia a composição se estivermos pensando em ambientes integrados – como vem sendo a tendência dos imóveis atuais. Nesse caso a continuidade pode se dar pela escolha de móveis com o mesmo estilo,  cores semelhantes ou uso de elementos que possam ter algo em comum. Porém, caso o ambiente seja separado, a nova decoração pode fazer com que o visual seja realmente especial.

3. Escolha a mesa com atenção

A mesa é o móvel mais importante da sala de jantar, portanto merece toda a atenção. Isso porque estamos falando em um ambiente que conta com poucos móveis, sendo este o maior deles. E claro, como nem sempre dá para contar com muito espaço, é preciso pensar bem no tamanho para preservar a área de circulação.

Uma boa forma de garantir isso é deixar uma área mínima de 90 cm entre a mesa da sala de jantar e outros móveis ou paredes. Cabe lembrar que esses 90 cm são apenas mínimo, uma vez que o ideal é de 120 cm a 150 cm, uma vez que a distância garante que quando as cadeiras estejam sendo afastadas e ocupadas possam garantir o espaço para a mobilidade. Esse espaço é mais importante ainda se levarmos em consideração a presença de algum móvel como aparador ou buffet.

5. As cadeiras devem ser confortáveis

Com a mesa escolhida, hora de pensar nas cadeiras. Muitos adquirem jogos, portanto mesa e cadeiras inclusas, porém saiba que não é preciso. Caso opte por comprar as cadeiras separadamente lembre-se de que elas não precisam ser da mesma cor ou material. Basta apenas que combinem com a mesa e formem um conjunto harmonioso.

Não se esqueça de que as cadeiras também devem ser confortáveis, afinal pouco adianta apenas escolher pela beleza, mas acabar com algo desconfortável para usar no dia a dia.

4. Buffet ou aparador?

Entre mesas e cadeiras, outro móvel pode acabar assumindo importância fundamental na sua sala de jantar, principalmente se sua mesa for estreita e a comida não couber sobre ela, precisando então de um lugar para apoiar travessas ou o que mais for necessário. Nesse caso podemos contar ou com os aparadores ou com buffets.

Os aparadores são móveis vazados que servem para a decoração de diversos cômodos da casa, não sendo exclusividade da sala de jantar. Nesse ambiente eles tanto podem conter objetos decorativos quanto servir como extensão da mesa, podendo ser colocadas garrafas, travessas e demais utensílios.

Já o buffet tem a mesma função, porém possui gavetas e prateleiras para armazenamento de itens de sua preferência. Sendo um móvel típico de sala de jantar, os buffets costumam guardar louças, toalhas e talheres especiais. Muitos também tem a presença de um espelho, o que pode trazer um destaque a mais a composição

Vale lembrar que a escolha entre um e outro também deve levar em conta o espaço mínimo de circulação no ambiente, portanto escolha com cuidado.

5. Integração vale a pena

A maior parte dos projetos das casas e apartamentos levam em conta a integração de ambientes para garantir maior espaço para cômodos como quartos e salas de estar. Nesse caso, o planejamento do espaço é fundamental e o uso de móveis, tapetes ou de elementos nas paredes podem servir para delimitar o ambiente. Desse modo, mesmo com espaço reduzido, você e sua família ainda podem contar com um espaço especial para suas refeições.

Precisa de inspiração para projetar e decorar sua sala de jantar? Então vamos lá:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *